Diretor de Ensino e Inovação já enxerga a transformação digital

Assumindo como  Diretor de Ensino e Inovação, Afonso Sales acredita na troca de conhecimentos para que o mercado se adapte às transformações digitais. Para ele, as transformações já são reais. Agora, ele leva a sua experiência e ideias para a SUCESU-RS. Conheça um pouco mais do seu perfil:

Quem é Afonso Sales?

Afonso Sales: Sou bacharel em Informática e Mestre em Ciência da Computação pela PUCRS. Dediquei alguns anos trabalhando na Hewlett-Packard como engenheiro de software, porém a inquietação pela busca de uma formação mais específica me impulsionou para o meu doutorado. Após concluir o doutorado em Informática no Institut Polytechnique de Grenoble (França), voltei para o Brasil a fim de atuar na academia. Como professor desde 2012 na PUCRS, atuo em projetos de inovação, conectando principalmente a Escola Politécnica e o TECNOPUC. Dentro da PUCRS, sou coordenador de um projeto chamado Apple Developer Academy, o qual tem um viés totalmente inovador no que tange o ensino e aprendizagem na área de tecnologia. Nos últimos anos, tenho direcionado meu foco de trabalho em estudar como podemos transformar a pesquisa que realizamos na academia em um negócio de fato.

 Fale sobre sua relação com a SUCESU-RS e papel da entidade na sua carreira.

Afonso Sales: Sempre admirei o esforço da entidade em promover o máximo de troca de conhecimento e networking entre os principais agentes do Estado na área de tecnologia. No início deste ano recebi com muita alegria o convite para compor a VP de Ensino e Inovação representando o TECNOPUC.

O tema desse ano da SUCESU-RS é Transformação Digital. Como está vendo e avaliando esse tema no mercado de TI que atua e a que os profissionais e empresas devem estar atentos?

Afonso Sales: Este é um tema muito promissor. A transformação digital na verdade não está ocorrendo: ela já ocorreu. Muitos negócios ainda não entenderam que o mundo já se transformou e que a maioria dos nossos modelos de negócio estão obsoletos. Isso, de certa forma, está assustando muita gente. Os agentes de inovação tem que ficar, sim, muito atentos ao que estamos passando atualmente. Por exemplo, pouco se fala na rede 5G, que está com previsão de chegar no Brasil em 2019. Quando tivermos esta tecnologia à disposição, muitos negócios ainda surgirão. Quem estiver atento e pensar na frente poderá se destacar e abocanhar uma parte do mercado.

Na sua avaliação, como a Transformação Digital se relaciona com a área de ensino e inovação da SUCESU-RS, na qual está inserido?

Afonso Sales: Está diretamente relacionada. Não há inovação sem transformação, seja em um menor ou maior grau. Especificamente dentro da SUCESU-RS a ideia é que a nossa VP possa prover o máximo de informação e troca de conhecimento entre os agentes atuantes na área de tecnologia, ligados direta ou indiretamente a entidade.

Como avalia a importância da entidade para o mercado de TI do RS?

Afonso Sales: De extrema importância. A SUCESU-RS tem um papel muito relevante no mercado de TI, visto que além de se preocupar em conectar as mais diversas empresas da área de tecnologia, também tem uma atuação forte junto aos grupos de usuários.