IoT Internet das Coisas

Carregando mapa ....

Data:
05/03/2018

Hora:
19:00 - 21:00

Local:
FACIN - PRÉDIO 32 - SALA 517


IoT/Internet of Things: novas aplicações, que unem automatização de processos e controle de dados em redes inteligentes e o potencial do cenário tecnológico atual e Normas Tier UpTime

19h00 – Recepção e Credenciamento
19h15 – Apresentação SUCESU-RS
19h30 – IOT Internet das Coisas – Marcelo Barboza – DCPRO
20h10 – Coffee-break
20h40 – IOT Internet das Coisas – Marcelo Barboza – DCPRO
21h00 – Espaço para perguntas
21h15 – Encerramento

1-Avanço tecnológico,  novos padrões e normalizações de sistemas de automação e controle; a nova IEC 61850 (entraria a introdução e resumo do que é): Os sistemas de controle e comando tal qual como outrora conhecidos estão sendo modificados, devido ao avanço tecnológico, proporcionando economia de circuitos de comando (fisico e lógico) e de  “confirmações” . As redes digitais de comando e controle passam a “carregar” a informação entre estes componentes que possuem seus endereços lógicos. As fontes e cargas e sistemas a elas associados podem possuir em seus modelos operacionais condições pré definidas de modo a manter parte de operações automáticas e independente de qualquer intervenção de operador. Na medida em que estas rotinas sejam incrementadas e sofisticadamente elaboradas depara-se com sistemas capazes de operar de forma autônoma. Estas premissas inspiraram ao que se hoje denomina smart grid e internet das coisas (IoT).

2-Smart Grid e IoT – Não há uma separação lógica entre os dois conceitos. Pessoalmente entendo o smart grid mais associado aos sistemas de GTD de energia eletrica, na relação entre o sistema eletrico e o consumidor, no que se relaciona a fonte de alimentação (controle de geração, relés, manobras de redes, comunicação do medidor de energia com a distribuidora, intervenções em manutenções, informações defeitos, aspectos de confiabilidade. Já internamente nos consumidores a IoT seria exercida pelas funções desempenhadas de equipamentos com automação e inteligência artificial e também ligados em redes lógicas, de forma que possa entender o que se deseja de sua operação, mediante sinais de modo de operação desde simples informações de entrada como o horário ou temperatura, como a interação entre volume de água de um reservatório e a energia disponível contratada para uso da bomba de recalque, ou uso de fontes de energia locais em relação a alimentação da distribuidora (certamente este conceito pode ser interpretado como de smart grid tb).

3-O que muda do lado do consumidor – Os projetos elétricos tal qual como conhecemos serão integrados a sistemas lógicos, mesmo que não existam meios físicos de conexão, mas equipamentos serão especificados com aderência a determinados padrões de redes e controles.

4- Normas e Padrões Tier UpTime

Todos os participantes no evento GUINFRA – SUCESU – RS, vão receber um curso online valorado em U$ 400, sem custo.

Curso da Data Center Dynamics em Porto Alegre dias 30, 31/01 e 01 de Fevereiro – Data Center Design Awareness com desconto para  os participantes do Evento.