GUDAY: Trilha técnica aprofundou temas como segurança e qualidade

ERP, segurança, qualidade, testes, experiência do usuário e mobilidade, todos foram temas abordados na trilha técnica do GUDay pelos grupos de usuários.

O GUSAP trouxe Jarlei Nascimento, que falou da evolução da evolução do ERP in memory. “A evolução dos bancos de dados é que agora ele tem que atender o que o consumidor quer”, disse.  Ele apresentou o Hana, plataforma da SAP que oferece um conjunto de possibilidades. Segundo Jarlei, quem quiser começar a desenvolver em Hana têm versões dele de graça ou por R$ 50 na Amazon.

O papel da segurança para os negócios foi o tema do GUSEG, com Eduardo Pereira. Ele falou dos vírus WannaCry e Ransomware, que invadem empresas de todo o mundo e utilizam práticas de extorsão.  “Só este ano o Cybercrime já gerou mais de US$ 4 bilhões de dólares, segundo FBI”, contou.

Diraci Júnior, do GUTS, destacou a importância da fase de testes de software para gerar valor para a entrega de produtos. ”A qualidade está vinculada a todas as etapas do processo para que a gente entregue softwares que mude a vida das pessoas. As vezes a fase de testes é cortada em função de prazos dos projetos, mas é essa flexibilidade que joga contra e a gente perde excelência”, alertou.

Cristiano Altman, do RSJUG, abordou aspectos técnicos da poderosa plataforma da Netflix, que tem 98 bilhões de assinantes e em 2016 gerou 42 bilhões de horas de streaming. O serviço detém hoje 35% da banda de internet dos EUA e cada usuário usa em média 45 giga por mês em dados.

As interfaces humanas estão cada vez mais precisando de experiência.  Foi o sobre isso que Rubens Pechansky, do GUIX, trouxe uma reflexão sobre as interfaces que dificultam a experiência do usuário. “Tudo que a gente cria hoje precisa de boas experiências”, disse.

Jorge Leite, do GU Mobile, falou da importância da mobilidade nas empresas e porque a necessidades dos clientes mudaram.  “Acredito muito no desenvolvimento de usar a comodidade dos clientes nos pequenos detalhes do dia a dia, como é o caso de app de farmácia, transporte, entre outros”.